Protensão não aderente - EVEHX
41. 3323-3443
impactosul@impactosul.com.br
Protensão não aderente

Know-how invejável em sistemas de protensão não aderente

As cordoalhas engraxadas e plastificadas vem sendo amplamente utilizadas no mundo em edificações residenciais, comerciais, em placas para fundações (radiers) e em pisos industriais. Seu manuseio é mais fácil quando comparado à protensão aderente, pois dispensa o uso de bainha metálica e injeção de nata de cimento.

Além de um custo competitivo, as estruturas protendidas apresentam controle de deformação e fissuração, simplificam a obra e permitem seções de dimensões mais reduzidas.

Nossos clientes também contam com a utilização de lajes planas e a diminuição do número de pilares, o que resulta na redução de índices de forma e escoramento, maior liberdade para utilização do espaço interno e criação de fachadas mais abertas para iluminação e ventilação.

Fabricamos todos os acessórios necessários para a utilização do sistema de protensão: pocket former, cadeirinhas, fixador de cordoalhas, ancoragens, cunhas, macacos hidráulicos, bombas elétricas, entre outros. Também prestamos consultoria na área de projetos.

Características do sistema de protensão não aderente

  • Dispensa bainhas e posterior injeção.
    • Baixa perda por atrito.
    • Sistema monocordoalha.
    • Cordoalhas leves e flexíveis, com facilidade de montagem e fixação.
    • Macacos portáteis, de fácil manuseio e com operação rápida: em torno de 30 segundos por cabo.
    • Idêntico dispositivo de protensão: mesmas ancoragens em ambos os lados.

Principais vantagens da protensão

  • A estrutura é testada em tempo real.
    • Controle de deformações gerando uma carga contrária ao peso permanente.
    • Concreto com alta resistência à tração e à compressão.
    • Aços de protensão são entre duas a três vezes mais resistentes que os aços convencionais.
    • Diminuição do número de pilares e vigas.
    • Redução de formas (vigas, pilares, etc.) e escoramento.
    • Redução de peso, diminuindo o custo das fundações.
    • Lajes planas.
    • Maiores vãos.
    • Formas simples, desforma rápida e fácil montagem/desmontagem, resultando em menos mão de obra
    e mais rapidez na execução.
    • Reutilização e economia no consumo de materiais.
    • Liberdade de espaço interno da edificação.
    • Facilidade de criação e viabilização de projetos de grande beleza, com liberdade arquitetônica.
    • Em pisos industriais diminui substancialmente a quantidade de juntas.

 

Vibe Studio