Protensão Aderente - EVEHX
41. 3323-3443
impactosul@impactosul.com.br
Protensão Aderente

Capacidade para atender grandes obras

A EVEHX está preparada para oferecer o que existe de mais avançado em protensão aderente para obras como pontes, viadutos e vigas de grandes vãos, que exigem maior carga.

Nesta modalidade, o cabo fica isolado do concreto por meio da bainha metálica. Após a protensão é necessário injetar nata de cimento para o completo preenchimento da bainha e o reestabelecimento da aderência ao concreto/aço.

As cordoalhas dividem espaço dentro de uma mesma bainha e de uma só ancoragem multicordoalha. Normalmente, também são protendidas por um único macaco de grande porte.

A nata de injeção garante a proteção das armaduras protendidas contra a corrosão e as suas ligações com o concreto, por meio das bainhas. Para o traço da nata de injeção, cada caso deve ser estudado levando em consideração as condições dos materiais e o tipo de estrutura.

Componentes da nata de injeção

  • Cimento: Utilizar os cimentos Portlands CPI 25/32/40, CPII F 25/32/40 e CPII E 25/32/40, atendendo a NBR.
    • Água e gelo: Utilizar água potável com porcentagem de cloro inferior à 500 mg/litro e isenta de detergentes. Em caso de alta
    temperatura, deve-se utilizar gelo.
    • Aditivos: Utilizar plastificantes, retardadores e expansores. Para cada caso, deve-se estudar a utilização dos aditivos.

Ensaios para injeção

Os principais ensaios necessários para verificação do traço ideal para a calda de cimento para injeção (NBR 7681) são: fluidez (NBR 7682), exsudação (NBR 7683), expansão (NBR 7683), resistência à compressão (NBR 7684) e vida útil (NBR 7685). Consulte o engenheiro calculista para saber sobre outros ensaios.

 

Vibe Studio